LOGÍSTICA REVERSA: ENTENDA DEFINITIVAMENTE O QUE É!

Quando ouve-se falar de logística reversa, o assunto é imediatamente associado à responsabilidade ambiental e cuidado com o meio-ambiente. Realmente, num cenário onde mais de 50% das cidades brasileiras descartam lixo de modo incorreto segundo a revista Galileu, preocupar-se com o trajeto do produto e como ele será descartado é uma pauta de extrema importância para a sustentabilidade. Mas, além disso, a logística reversa é um modo de manter um controle ainda maior sobre a produção, confecção, e distribuição de mercadoria. 

ebook-gratis-manual-completo-do-embarcador

Afinal, o que é Logística Reversa?

O processo de logística reversa visa o retorno de materiais ou produtos já utilizados pelo consumidor para o local de origem, para que receba o devido tratamento de descarte ou reaproveitamento. Esse processo foi iniciado com resíduos considerados tóxicos e prejudiciais a natureza, como lixo hospitalar, medicamentos, pilhas e baterias, e embalagens de produtos químicos. 

Além disso, em 2010 o Governo Federal criou a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que consta na lei 12.305/10 as práticas de gestão de resíduos. Essas práticas são consideradas um instrumento importante de desenvolvimento social e também econômico, principalmente para as grandes indústrias. 

Fazendo um paralelo, a logística comum tem como objetivo fabricar e entregar a mercadoria do modo mais ágil e organizado possível. A logística reversa tem como foco a entrega e o retorno dessas mercadorias de modo rápido e barato, levando em conta o contexto ecológico e social da localidade que está inserido. 

Benefícios de realizar a Logística Reversa

  1. Redução de custos

Primeiramente, destaca-se a redução de custos. Pois as práticas propõem duas vertentes: aumento de lucratividade e economia de recursos. Como citado anteriormente, os produtos que retornam a empresa podem ser reutilizados, fornecendo matéria prima de forma gratuita para a empresa. Além disso, o Ministério do Meio Ambiente estima que as empresas brasileiras deixam de lucrar aproximadamente 8 bilhões de reais ao ano devido à falta de infraestrutura para lidar com o destino dos resíduos sólidos.

  1. Melhoria de processos

Além dos impactos econômicos, a adoção das práticas de logística reversa ajudam a melhorar os processo de entrega das indústrias. Uma empresa que consegue adotar procedimentos objetivos e funcionais de retorno de produtos utilizados demonstra organização, uso correto de tecnologia e abertura à inovação. 

Deve-se considerar também o fato que a adoção de controles rigorosos para avaliar os processos de entrega impactam toda a cadeia de produção da companhia.

  1. Relacionamento com o consumidor 

Adotar políticas de logística reversa também significa construir uma relação de respeito e confiabilidade com o consumidor final. Pautas de preservação ambiental e sustentabilidade são de extrema importância para a opinião pública, e a busca dos consumidores por empresas que respeitam as diretrizes de consciência ecológica impactam seriamente na tomada de decisão. A ecoeficiência dos produtos já é um fator de desempate entre os consumidores. 

  1. Alinhamento com a Legislação 

A PNRL, já citada o texto anteriormente estabelece uma série de regras para a construção de um processo sustentável e eficiente de logística reversa. Determina também diretrizes para viabilizar a coleta e reaproveitamento de materiais descartados no ciclo produtivo. 

Agora que você compreendeu o que é logística reversa, entenda também como um sistema de gerenciamento de transporte pode otimizar seus processos!  

 

Conheça a Everlog!conheca-a-everlog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Dicas sobre Gestão de Fretes & TMS Embarcador


Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades:

x

Fale Conosco

x

Ligamos para Você