CORONAVÍRUS NA LOGÍSTICA: PREJUÍZOS NO SETOR DE TRANSPORTES

É de conhecimento geral – ou pelo menos deveria ser – que a ameaça da doença COVID-19, transmitida pelo famoso Coronavírus está cada vez maior. A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou estado de pandemia na última quarta-feira (11/03/2020), ou seja, o vírus está sendo amplamente disseminado e a situação de risco aumentou. Os primeiros casos começaram na Ásia e, em pouco tempo, o vírus se espalhou para quase todos os países e está presente em todos os continentes. O surto epidêmico que saiu de Wuhan, na China, não impactou somente a área da saúde, mas acometeu a economia e o mercado global. Todos os setores foram abalados pela doença e as consequências ainda estão surgindo. Os prejuízos causados pelo coronavírus na logística começam a ser mensurados e as notícias não são as melhores.

ebook-gratis-manual-completo-do-embarcador

Coronavírus na logística

Por se tratar de uma crise mundial, os impactos na bolsa de valores e nas cadeias de suprimentos já estavam anunciados. Entretanto, a situação foi pior do que o esperado. Reclusão social e aumento dos casos de contaminação dificultaram o transporte de cargas, principalmente na China. 

As operações de importação e exportação foram diretamente atingidas, negativamente, é claro. Por se tratar de uma pandemia declarada o envio de produtos ficou comprometido. As docas, armazéns e portos chineses estão abarrotados de produtos a serem transportados, afinal, falta mão de obra e veículos.

O efeito da desaceleração dos serviços chineses começam a impactar outros países. Com a logística chinesa parcialmente paralisada, mercadorias necessárias não chegam em lugar algum e tornam fábricas ociosas. Empresas como a Samsung e a Motorola, ambas chinesas, interromperam a fabricação de produtos no Brasil, porque ficou inviável enviar componentes internacionais. 

Além das mercadorias paradas na china, as compras em e-commerce registraram uma queda desde o início do episódio do coronavírus. Uma pesquisa realizada pela Compre & Confie concluiu que o faturamento do varejo online caiu 5,2%, influenciado pelo coronavírus. Desta forma, quanto menor o volume de compra, menor a demanda de transporte.

Os impactos do coronavírus na logística são diversos e estão atrapalhando muitas indústrias no Brasil e no mundo. As perturbações causadas pela pandemia se instalam em quase todas as operações globais. Ações preventivas já estão sendo desenvolvidas e aplicadas, porém a luz no fim do túnel ainda não acendeu. Prejuízos trazidos pelo coronavírus, dentro e fora da logística, ainda estão sendo contabilizados e panorama de melhoria não é tão otimista a curto prazo. No fim das contas, essa é uma ameaça real e requer cuidados especiais. 
conheca-a-everlog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Dicas sobre Gestão de Fretes & TMS Embarcador


Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades:

x

Fale Conosco

x

Ligamos para Você