DIFERENÇAS ENTRE FRETE E LOGÍSTICA

Fazer entregas nos prazos combinados no Brasil é um grande desafio para qualquer empresa que fabrica ou comercializa produtos, não somente em função do processo logístico necessário, mas também pelas dificuldades enfrentadas no setor de transportes. Em um cenário com muitos obstáculos, fazer uma gestão rigorosa do armazenamento e distribuição de produtos é indispensável para que a empresa atenda seus clientes e deixe-os sempre satisfeitos.

Em busca de otimizar gastos e manter o foco em sua atividade principal, muitas empresas contratam os serviços de frete ou logística terceirizados. No entanto, é preciso saber como as modalidades funcionam antes de contratar uma delas.

Para ajudá-lo, abordaremos a seguir as diferenças entre frete e logística. Acompanhe!

Finalidade

Quando a empresa embarcadora contrata o serviço de frete, o objetivo principal é ter a transportadora para coletar os produtos na fábrica ou centro de distribuição e, em seguida, fazer a entrega aos consumidores finais ou outras unidades da empresa que receberão a mercadoria.

Quando opta pela logística, além de receber o mesmo serviço que o frete, a empresa embarcadora ainda espera que a transportadora faça parte da sua cadeia de suprimentos, participando em outras fases do processo que não somente a entrega.

ebook-gratis-manual-completo-do-embarcador

Responsabilidade 

Em função da diferença de finalidade nos dois tipos de serviço, no frete a empresa contratada fica responsável pela coleta do produto no embarcador e a sua entrega no destino final. Tudo isso dentro do prazo acordado, na quantidade especificada e sem prejuízos aos itens transportados.

Além de assumir as responsabilidades, na visão de uma logística mais completa, o fornecedor gerencia o fluxo de bens, informação e outros recursos, desde o início até o final da cadeia produtiva. Isso pode envolver processos como transporte, inventário, armazenamento, embalagem e até mesmo a segurança.

Dessa forma, a empresa contratada se torna responsável não somente pelo transporte de um produto finalizado, mas por seu desenvolvimento ou finalização.

Envolvimento

Considerando a finalidade e a responsabilidade nos serviços de frete e logística, o nível de envolvimento da transportadora com a empresa embarcadora também é radicalmente diferente.

No frete, os clientes podem contratar múltiplas empresas para realizarem um mesmo serviço e, ainda que exista um relacionamento próximo e positivo com o fornecedor, na prática ele não participa ativamente do dia a dia do negócio do parceiro.

Por outro lado, na logística, como a transportadora está incorporada à cadeia de suprimentos do cliente. Ou seja, sua responsabilidade aumenta: ele é um parceiro crucial que, caso não compreenda a estratégia do negócio, pode trazer sérios prejuízos aos resultados.

À medida que os mercados se tornam mais competitivos, é natural que as empresas exijam cada vez mais das transportadoras e demais parceiros logísticos que as atendem no dia a dia.

No caso da contratação de transportes e da logística mais aprimorada não é diferente: a tendência é que as empresas que somente coletam e distribuem produtos passem a se envolver nos processos de seus clientes para se diferenciarem da concorrência, oferecendo serviços adicionais que tragam valor para o processo.

conheca-a-everlog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Dicas sobre Gestão de Fretes & TMS Embarcador


Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades:

x

Fale Conosco

x

Ligamos para Você