COMO CALCULAR O CUSTO DO FRETE

O transporte é uma atividade complexa que exige muito dos gestores, porque, por se tratar de um processo essencial para as empresas, ele deve ser muito eficiente. Para transportar um produto para seu próximo destino, existem muitos aspectos para se levar em consideração. Além de escolher uma transportadora confiável, é preciso entender se o valor cobrado por ela é justo e competitivo. Entender o custo do frete não é simples, pois envolve diversos critérios e o valor definido tem que ser compatível com a demanda, ou pode significar prejuízo para a empresa. Sendo assim, para calcular o custo do frete, é necessário se atentar para todas as variáveis levantadas no momento do acordo com a transportadora. 

Então, como calcular?

A fim de definir o custo do frete, a empresa embarcadora precisa, primeiramente, escolher algumas opções de transportadoras e então negociar o valor cobrado por cada uma. Esse processo de cotação de fretes importa muito e torna-se mais eficiente quando a tecnologia é aplicada. Soluções tecnológicas simplificam a cotação de fretes e a deixam mais assertiva. 

Desta forma, ao negociar o valor com a transportadora, é essencial levar em consideração os aspectos usados para calcular o custo do frete. Antes de compreender as taxas aplicadas ao transporte, vale entender algumas variáveis no processo de contratação. Os métodos de contratação de frete dividem-se em: subcontratação; contratação normal; redespacho; e redespacho intermediário. E, após determinar o tipo de contratação, deve-se avaliar o tipo de custo do frete.

As formas de cobrança de um frete variam entre “frete peso” e “frete valor”. O frete peso é cobrado levando em consideração o peso da carga e o espaço ocupado pela mesma. Nesse caso, então, para se chegar ao valor do frete, multiplica-se o valor da tabela pelo peso da mercadoria ou pela cubagem (volume que a mercadoria ocupa no veículo). Já no frete valor, leva-se em consideração o valor da carga, assegurando a proteção contra extravios e acidentes, além de proteger a mercadoria mesmo quando ela não está em trânsito.

Além disso, o custo do frete envolve taxas adicionais, impostos e lucro. Portanto, confira as principais taxas atribuídas ao valor que definem o custo de frete:

  • > Gerenciamento de risco (GRIS);
  • > Pedágio;
  • > Coleta e entrega;
  • > Restrição do trânsito;
  • > Dificuldade na entrega;
  • > Rreentrega.

Entenda tudo sobre o Custo do Frete

Na atividade de cotação de frete, o valor do serviço é um dos pontos cruciais, porém, definir o custo do frete envolve vários critérios que mudam de acordo com o tipo de transporte necessário. O custo do transporte, em muitos cenários, inclui fatores instáveis, que dependem de outros detalhes da operação, portanto, é preciso saber como calcular o valor do frete corretamente para garantir um acordo justo e seguro.

Pensando nisso, a Everlog criou um guia completo para que você entenda de uma vez por todas como o custo do frete é composto, quais fatores influenciam no valor, como tornar a cotação de fretes mais eficiente, e muito mais! Para acessar o material, clique aqui.

conheca-a-everlog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Dicas sobre Gestão de Fretes & TMS Embarcador


Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades:

x

Fale Conosco

x

Ligamos para Você