Taxas de transporte: conheça as 5 principais

Inegavelmente o transporte rodoviário de cargas possui muitas variáveis. O tipo de carga, de caminhão, de rota e modalidade de frete, todos esses fatores influenciam diretamente no preço final. Além disso, existem taxas de transporte estabelecidas que são embutidas no preço do frete. Conheça 5 delas no texto de hoje.

Gerenciamento de Risco e Segurança (GRIS)

Essas taxas de transporte cobrem os custos que a transportadora pode ter ao adotar medidas de combate ao roubo de cargas. As empresas investem pesadamente em tecnologia para evitar o roubo da mercadoria, e assegurar a integridade física do motorista.

Alguns fatores influem diretamente no cálculo do GRIS, como tipo de produto (eletrônicos e alimentos representam maior fator de risco), custos operacionais e identificação da mercadoria, além do destino da carga. Entregas em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro tendem a aumentar o valor do GRIS, devido ao risco de furto, que aumenta significativamente.

O GRIS é um dos componentes do Ad Valorem (ou Frete Valor), taxa percentual cobrada sobre o valor da nota fiscal da mercadoria.  Portanto, para o embarcador, essa taxa já vem embutida no preço final do frete.

Cubagem

Cubagem é o espaço físico que o produto efetivamente ocupa, em consideração o peso e tamanho das mercadorias. Para chegar na metragem cúbica, basta calcular Altura X Comprimento X Largura. No transporte rodoviário, é preciso multiplicar essa metragem por 300, valor definido como fator cubagem, por definição da NTC & Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística).

O objetivo é evitar que se carregue muito peso em um volume pequeno (não aproveitando o potencial máximo de espaço do caminhão), ou o inverso, que se ocupe um volume enorme para uma mercadoria leve.

 Frete Valor

O propósito do Frete Valor é cobrir os custos obrigatórios do RCTR- (Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga), além das eventuais despesas como extravios, avarias, violações e greves.  É representado por percentual sobre o valor da carga constante da Nota Fiscal variável com a distância a ser percorrida. Quanto mais valorosa a mercadoria, maior o preço do transporte. Essa taxa também varia de acordo com a distância percorrida, peso, características das rodovias, entre outros.

Frete Peso

O Frete Peso é uma tarifa calculada com base no peso da carga. É definido pela relação entre o peso bruto e o peso cubado, e o maior deles é utilizado no cálculo.

Esse tipo de taxa é utilizado para deixar a cobrança mais justa. Já que muitas cargas podem ser leves, ocupando muito espaço, ou muito pesadas com produtos pequenos, por exemplo. O cálculo é feito da seguinte forma: Altura X Largura X Comprimento X Fator de Cubagem.

Por definição da NTC & Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística), o frete peso é normalmente calculado para densidade de 300 Kg/m3.

Pedágios

A mais popular e conhecida taxa. O pedágio é um direito de passagem pago mediante taxa ou tarifa (preço público) a autarquia ou concessionária delegada, respectivamente, para ressarcir custos de construção e manutenção de uma via de transporte.

Assim, é cobrada de acordo com o trajeto feito pelo caminhão. Portanto,  quando a carga é fracionada, o valor da tarifa é dividido entre os pedidos do veículo.

Enfim, essas são as principais taxas de transporte. Gostou do conteúdo? A Everlog é uma empresa focada em serviços e soluções especializadas em Gestão de Fretes e Entregas para o Embarcador. Portanto, com know-how para atender seus clientes em todas as etapas do processo. Nossa missão é apresentar custos mais acessíveis atuando com base em três pilares: métodos, pessoas e tecnologia.

everlog-gestao-de-fretes

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades:

x

Fale Conosco

x

Ligamos para Você